Buscar
  • Alencar Oliveira

Você já se perguntou da importância de tornar uma empresa ou profissional realmente ágil?




Muito tem se falado sobre o ágil. São diversos os artigos, livros e treinamentos que abordam o tema. Afinal, não é segredo que a agilidade se tornou um verdadeiro pilar para o sucesso das organizações daqui em diante.


Portanto, a mera implementação de práticas e metodologias não será o suficiente para sustentar essa nova forma de ser e fazer da sua organização!


É preciso ir além e construir uma cultura que realmente permeie a sua organização, tornando-a mais ágil. Para isso, entender os princípios por trás do mindset ágil é essencial.

Embora terminologias, sistemas, métodos, processos e práticas ágeis variem de acordo com cada empresa, de acordo com um artigo da Forbes, os princípios básicos das empresas ágeis têm características comuns:


Em primeiro lugar, a ideologia:

As empresas ágeis estão obcecadas em entregar valor aos clientes como o princípio e o fim da empresa. Os lucros são o resultado, não o objetivo.


Em segundo lugar, a arquitetura:

Todas as empresas ágeis tendem a organizar o trabalho a ser realizado em pequenas equipes, utilizando todos os talentos e trabalhando em ciclos curtos.


Por fim, em terceiro lugar, a dinâmica:

Todas as empresas ágeis tendem a operar como uma rede horizontal, que prioriza a competência à frente da autoridade. Liderança e inovação são qualidades esperadas de todos.


Falar sobre princípios ágeis definidos pode ser uma ótima forma de entender os comportamentos e mindsets por trás do ágil, ajudando você a ter uma visualização mais ampla da complexidade deste tema.


Ao lidar com a crise, muitas organizações perceberam a importância de um novo pré-requisito: aprender a se reinventar constantemente e se adaptar a novas tendências de forma ágil.


Daqui para a frente, aumenta a pressão corporativa por mudanças e novas tendências e sua organização precisa se adaptar! A boa notícia é que já é comprovado que empresas ágeis possuem um desempenho pelo menos 81% acima da média em relação a unidades mais burocráticas e tradicionais.


Por essa razão, acelerar a transformação ágil é um fator chave para os resultados da sua organização. O RH tem um papel crucial na missão de construir organizações mais ágeis e adaptativas, mas sabemos que muitos profissionais como você, tem encontrado desafios significativos.


Afinal, como vimos, a agilidade não diz respeito apenas a metodologias, mas a uma cultura!



45 visualizações0 comentário